Clique aqui para consultar: Sessões de Comunicações

 

Abordagens Textuais da Tradução e o Uso de Corpus

Título:

A voz do tradutor interferindo na representação da personagem Jane Eyre: uma análise comparativa entre duas traduções para o português brasileiro do romance de Charlotte Brönte

Jerusa Regina dos Santos (PGET)

Maria Lúcia Vasconcellos (Orientadora PGET/PGI)

Este projeto se propõe a examinar duas traduções para o português brasileiro do romance Jane Eyre, de Charlotte Brönte, uma de 1926 e outra de 2010, objetivando investigar dois aspectos: a presença discursiva dos tradutores, conforme sugerido por Hermans (1996), e a maneira como a personagem principal é representada, com base nas categorias do sistema de transitividade, conforme proposto pela lingüística sistêmico-funcional de Halliday (1985). A pesquisa será desenvolvida dentro da perspectiva descritiva desenvolvida por Lambert e Van Gorp (1985). Suspeita-se que a presença discursiva dos tradutores, definida por Hermans (1996) como a voz do tradutor, interfere na maneira como a personagem principal é representada nas traduções.

 

Palavras-chave: voz do tradutor; sistema de transitividade; lingüística sistêmico-funcional.

 

Título:

‘Linguistics and the Language of Translation’ de Kirsten Malmkjaer: Tradução Comentada

Rafael Martins (PGET)

Maria Lúcia Barbosa de Vasconcellos (Orientador PGET)

O projeto se insere na interface entre os estudos da tradução e a análise textual, com foco em uma das doze áreas de pesquisa em tradução apontadas por Williams e Chesterman (2002) com concentração eixo: tradução comentada. Este eixo será explorado no par linguístico inglês-português na direção apresentada anteriormente. Para auxiliar neste projeto, serão utilizados recursos de tradução automatizada com utilização de software de memória de tradução. O corpus para realização deste projeto é a obra de Kirsten Malmkjaer, ‘Linguistics and the Language of Translation’, que foi publicada pela editora Edinburgh University Press Ltd em 2005. Os procedimentos para o desenvolvimento da pesquisa incluem os seguintes passos: (i) aquisição do material de pesquisa; (ii) leitura do material para maior conhecimento do assunto a ser traduzido; (iii) obtenção de autorização da autora para realização do trabalho; (iv) digitação do material original e, paralelamente, realizar tradução e comentários; (v) publicação do material para que a teoria apresentada pela autora do livro fique disponível para estudantes e pesquisados falantes da língua portuguesa do Brasil.

 

Título:

Tipologia Textual Baseada em Contexto: um Estudo Piloto de Tipos de Texto do Português Brasileiro

Edelweiss Vitol Gysel  (Mestranda PGET)

Maria Lúcia Vasconcellos (Orientadora PGET/PGI)

 

Este trabalho, filiado à pesquisa de minha co-orientadora Elaine Espíndola, realizado na Hong Kong Polytechnic University, tem como objetivo apresentar resultados parciais de um estudo piloto de pesquisa desenvolvida na interface entre Linguística Sistêmico-Funcional (LSF), Ligüística de Corpus e Estudos da Tradução  sobre tipologia textual baseada em contexto.   A base teórica do trabalho está assentada na proposta de ‘processos socio-semióticos’, representada graficamente na chamada Esfera de Atividades Sócio-Semióticas, de Matthiessen, Wu e Teruya (2007). Apresenta-se inicialmente uma coleta de dados compilados em formato eletrônico e relativos às tipologias textuais no contexto do português do Brasil. A seguir, apresenta-se a análise dos textos coletados com base nos ‘processos socio-semióticos’ – ‘expounding’, ‘reporting’, ‘recreating’, ‘sharing’, ‘doing’, ‘recommending’, ‘enabling’, ‘exploring’, respectivamente: ‘expor’, ‘reportar’, ‘recriar’, ‘compartilhar’, ‘realizar’, ‘recomendar’, ‘habilitar’ e ‘explorar’.  Por fim os resultados dessa análise são alinhados com ajuda de ferramentas da Lingüística de Corpus (Wordsmith tools) e comparados com os resultados de uma análise similar feita com textos em inglês, para fins de identificar as diferentes configurações texto-contextuais dos dois conjuntos de textos produzidos em português brasileiro e inglês de variados países. Os desdobramentos dessa comparação buscarão traçar um perfil ‘socio-semiótico’ dos textos em ambos os idiomas com vistas a fornecer parâmetros para formação de tradutores na dimensão textual do desenvolvimento de suas competências.

Key words: Estudos da Tradução; Tipologia Textual; Lingüística de Corpus; Lingüistica Sistêmico Funcional.

 

Estudos da Tradução: terminologia, legendagem, outras tecnologias e uso de corpus

Título:

Criando um corpus paralelo bilíngue a partir de legendas de DVD

Thaís Collet (Mestranda PGET)

Ina Emmel (Orientadora PGET)

 


Para a realização de uma pesquisa na área de Terminologia, que analisa as traduções constantes das legendas de um seriado médico americano, mostra-se pertinente a criação de um corpus paralelo bilíngue, para poder verificar como se dão as traduções dos termos. Apresentaremos a metodologia usada para a criação deste corpus, amarrando-a com a teoria terminológica.

Palavras-chave: Tradução. Corpus paralelo bilíngue. Legendas.

 

Título:

Duas traduções brasileiras da peça Pygmalion de Bernard Shaw : desafios da linguagem cockney.

 

Luciane dos Santos Fortes (Mestranda PGET)

Lincoln Fernandes (Orientador PGET/PGI)

Esta pesquisa está inserida nos Estudos Descritivos de Tradução e tem como objetivo analisar duas traduções para o português da peça Pygmalion de Bernard Shaw. As traduções a serem  analisadas foram feitas por dois tradutores brasileiros (Miroel Silveira e Millôr Fernandes); está enfocada em descobrir as estratégias utilizadas para chegar à tradução (Orientada ao produto). A peça de Bernard Shaw tem como um dos aspectos mais importantes o sotaque, o desafio é ligado à cultura. Esta variação específica tem associações geográficas e culturais, o Cockney é a forma de inglês falado na área de East End de Londres pela chamada classe trabalhadora. Traduzir variações lingüísticas para o teatro é um grande desafio, por que o tradutor tem de recriar essas variações para sua língua de uma forma que seja natural, tanto para ser lido quanto interpretado. Para análise inicial o modelo proposto por Lambert e Gorp (1985) foi utilizado para buscar as informações textuais de forma macroestrutural. A análise microestrutural será realizada para buscar informações lingüísticas avançadas. Um corpus paralelo está sendo desdenvolvido com o original em inglês e as duas traduções brasileiras, e será analisado para verificar as escolhas tradutórias no detalhe.

PALAVRAS-CHAVE: Tradução, Pygmailion, Bernard Shaw, Estudos Descritivos de Tradução, Corpus, Cockney.

 

Título:

Os Estudos da Tradução e a Tradução de Canção: Análise a partir de versões de Garota de Ipanema em Quatro Idiomas

Natanael França Rocha (Mestrando PGET)

Lincoln Fernandes (Orientador PGET)

A tradução de canção é um assunto relativamente menos explorado dentro dos Estudos da Tradução (ET). Traduzir uma canção que posteriormente será cantada é um trabalho criterioso que abrange questões culturais, sociais, linguísticas, políticas entre outras, as quais guiarão o tradudor em sua tomada de decisão. Este trabalho pretende, à luz de estudiosos relativamente contemporâneos, contribuir ao campo dos ET através da análise de versões em quatro idiomas da canção Garota de Ipanema de Vinícuis de Moraes e Tom Jobim. Pretende-se, também, associar a pesquisa ao uso de Corpora, visando, posteriormente, a criação de um Corpus específico de versões de canções.

 

Palavras-chave:tradução de canção, versão, Garota de Ipanema

 

Título:

Aspectos culturais em córpus de cooperação universitária franco-brasileira

Aída Carla Rangel de Sousa (doutoranda)

Marco Antônio Esteves da Rocha (orientador)


Nesta comunicação, apresenta-se construção e metodologia de análise de um córpus paralelo francês-português, no âmbito da cooperação universitária franco-brasileira. Com o uso de ferramentas de análise de córpus, faz-se levantamento de termos candidatos a marcadores culturais, ou seja, termos linguísticos que remetam a realidades extralinguísticas e específicas aos universos culturais francês e brasileiro. Em seguida, utiliza-se a classificação por correspondências tradutórias entre os termos, avaliando o grau de complexidade da informação necessária à produção do texto alvo. O objetivo consiste em explicitar possíveis dificuldades de compreensão intercultural geradas por esses termos ou essas regularidades, buscadas em diversos níveis linguísticos.

 

O Uso de Corpus no Estudo de Literatura infantojuvenil traduzida

Título:

Construindo Ferramentas de Corpus para pesquisa e formação do tradutor

Carlos Eduardo da Silva (Mestrando PGI)
Lincoln Fernandes (Orientador PGET/PGI)


Este estudo tem por objetivo projetar e desenvolver um corpus paralelo no par linguístico Português/Inglês chamado de COPA-PI (Corpus Paralelo Português/Inglês). O COPA-PI surgiu como forma de dar continuidade aos estudos de Fernandes (2004), uma vez que abriga e expande o sub-corpus de literatura infantojuvenil COPA-LIJ (Corpus Paralelo de Literatura Infantojuvenil). Adicionalmente o COPA-PI abriga outros sub-corpora tais como o COPA-RAC (Corpus Paralelo de Resumos Acadêmicos) e o COPA-TEI (Corpus Paralelo de Tecnologia da Informação). Paralelamente ao COPA-PI há um Corpus Multimodal, o MMC (MultiModal Corpus), que abriga, por sua vez, os sub-corpora: MMC-FILM - um Corpus Multimodal Produções Fílmicas - seriados, filmes, desenhos animados, etc.; o MMC-IMAGE - Corpus Multimodal de Imagens; e, o MMC-LIBRAS - Corpus Multimodal da Língua Brasileira de Sinais. Em linhas gerais, o Corpus Multimodal visa: 1) disponibilizar uma ferramenta de corpus para auxiliar pesquisadores e alunos da área de Estudos de Tradução; 2) fornecer conceitos e metodologias empregadas aos Estudos da Tradução com base em Corpus; 3) disponibilizar um arcabouço teórico-metodológico para futuros pesquisadores; e, 4) no caso do MMC-LIBRAS, especificamente, servir de ferramenta para que pessoas surdas obtenham informações de um ambiente falado, entre outras possibilidades de uso. Além disso, durante a pesquisa, haverá elaboração de atividades e tarefas focadas no uso de corpus para estudantes de tradução uma vez que, não raro, precisam de um treinamento especializado para que possam utilizar de maneira plena as ferramentas de Corpus. 

 

Título:

"Ara", Chico; "Aw", Chuck: a ferramenta de corpus como suporte à tradução comentada de quadrinhos do Chico Bento

Elisângela Liberatti (Mestranda PGET)

Lincoln Fernandes (Orientador PGET/PGI)

 

 

Esta pesquisa tem por fim realizar uma tradução comentada de Histórias em Quadrinhos (HQs) do Chico Bento, personagem de Maurício de Souza, utilizando-se da ferramenta de corpus como instrumento facilitador do processo tradutório. O estudo objetiva realizar tradução do dialeto caipira brasileiro para o dialeto caipira dos Estados Unidos em um mundo fictício. Os corpora utilizados para a tradução comentada são três HQs já traduzidas de Chico Bento bem como seus respectivos originais, além de HQs originais de Li´l Abner, personagem caipira estadunidense criado por Al Capp. Serão esses os dados que guiarão o processo tradutório das HQs selecionadas. Para tal, será construído um mini corpus paralelo bilíngüe Português – Inglês. O alinhamento inicial se dará por meio de HQs do Chico Bento em Português e seus respectivos textos-alvo em Inglês, contidos no website da Turma da Monica. A construção do mini corpus servirá como um guia para a tradução comentada do projeto, e esse corpus será alimentado à medida que as traduções forem sendo realizadas para o projeto em questão.

 

Palavras-chave:  Tradução de literatura infantojuvenil; Tradução de quadrinhos; Representação; Variação Linguística; Estudos da tradução com base em corpus. 

 

Título:

As retextualizações de Flicts em Língua Inglesa: o uso de corpus paralelo como ferramenta de análise

Danielle Amanda (Mestranda PGET)
Lincoln Fernandes (Orientador PGET/PGI)

 

Inscrito na interface entre Estudos da Tradução e Literatura Infantil, o presente estudo toma por objeto de pesquisa as traduções em língua inglesa de FLICTS - livro de Ziraldo (1932- ) originalmente lançado em 1969 cuja trajetória internacional começou quatro anos após sua primeira publicação no Brasil e que foi, até 2009, traduzido em oito línguas diferentes e comercializado em pelo menos outros quinze países. Partindo-se do pressuposto de que (i) livros infantis traduzidos constroem, em alguma medida, pontes entre culturas diferentes, e de que (ii) a Literatura Infantil é um seguimento literário dentro do qual as normas sociais, culturais e educacionais dominantes estão inscritas (O'Sullivan, 2005: 13), os aportes teórico-metodológicos dos Estudos Descritivos da Tradução e Estudos da Tradução baseados em Corpus são empregados com o intuito de: melhor compreender que estratégias tradutórias estão em jogo na retextualiação de Literatura Infantil; e, contribuir para o desenvolvimento de uma abordagem crítica que permita problematizar o papel do tradutor nesse mesmo contexto.

Palavras-chave: Retextualização. Literatura infantojuvenil traduzida. Estudos da Tradução baseados em Corpus.

 

Título:

A Voz da Tradutora como Presença Discursiva na Tradução de ‘The Secret Garden’

Jacinta Vivien Soares (Mestranda PGET)

Lincoln Fernandes (Orientador PGET/PGI)

Esta pesquisa desenvolve-se sob a perspectiva interdisciplinar dos Estudos da Tradução e Literatura Infantojuvenil , seguindo a abordagem teórica Estudos Descritivos da radução. Através da metodologia Estudos da Tradução Baseados em Corpus, pretende-se fazer uma análise comparativa entre o texto original, The Secret Garden (1911), e sua tradução para a Língua Portuguesa do Brasil, O Jardim Secreto(1993), visando investigar a voz do tradutor, como presença discursiva, no texto traduzido, tendo em vista a leiturabilidade do texto traduzido por seu leitor infantojuvenil.

 

Palavras-chave: Literatura Infantojuvenil; Estudos da Tradução Baseados em Corpus; Voz do Tradutor; Presença Discursiva do Tradutor;  Leiturabilidade.

 

Título:

A tradução de intertextos na série Mundo de Tinta: um enfoque sobre a leiturabilidade

Adriana Maximino dos Santos (Doutoranda PGET)

Lincoln Fernandes (Orientador PGET/PGI

 

A intertextualidade tem um papel primordial na leiturabilidade de um texto traduzido, pois é preciso que leitor compartilhe da memória coletiva em que o pré-texto se insere para que possa compreender o texto. Neste trabalho, pretende-se investigar a relação entre os procedimentos tradutórios de intertextos explícitos e a leiturabilidade das obras de literatura infanto-juvenil traduzidas do alemão para o português da série Mundo de Tinta (Tintenwelt), compostas por Tintenherz – 2003 (Coração de Tinta - 2006), Tintenblut – 2005 (Sangue de Tinta - 2009) e Tintentod 2007 (Morte de Tinta - 2010) de Cornelia Funke. As bases teóricas e metodológicas consistem dos Estudos Descritivos da Tradução e Linguística de Corpus.

 

Palavras-chave: Tradução de literatura infanto-juvenil; Tradução de intertextualidade; Leiturabilidade; Estudos da Tradução Baseados em Corpus.

 

Título:

As gírias e expressões idiomáticas nas falas dos adolescentes da série Harry Potter traduzidas: um estudo baseado em corpus

Caroline Reis Vieira Santos  (Doutoranda PGET)

Lincoln Fernandes (Orientador PGET/PGI)

 

 

O objetivo desta comunicação é mostrar com certo grau de detalhamento como a metodologia de corpus pode ser aplicado na investigação de gírias e expressões idiomáticas na fala dos personagens jovens da série Harry Potter. Além disso serão apontadas algumas das vantanges do uso desse tipo de metodologia (como maior rigorosidade acadêmica, capacidade de análise de um volume maior de dados em menor tempo, etc.), a qual apresentará as etapas manuais e as etapas eletrônicas. Em um primeiro momento, pode-se concluir que sem o uso de ferramentas de corpus, o presente projeto de pesquisa não seria possível, visto que o volume de dados é muito grande e demandaria muito tempo em uma análise puramente manual, comprometendo também a rigorosidade do trabalho feito.

Palavras-chave: Literatura Infantojuvenil; Estudos da Tradução Baseados em Corpus; Gírias; Expressões Idiomáticas.

 

Palestra

Título:

Proposta de Sistematização Metodológica para Pesquisas em Análise Textual e Tradução: uma Interface com a Linguistica Sistêmico-Funcional e Os Estudos da Tradução Baseados em Corpus

Lilian Jurkevicz Fleuri (Doutoranda PGET - University of Queensland/ Australia)

Maria Lúcia Vasconcellos (Orientadora PGET-PGI)

As pesquisas em Estudos da Tradução com interface entre a Linguistica Sistêmico-Funcional, com apoio de metodologia de corpus, têm se tornado uma tradição na disciplina dos Estudos da Tradução, sendo amplamente explorados no Brasil em pesquisas relacionadas ao projeto CORDIALL (Pagano e Vasconcellos, 2005).  Muitas dessas pesquisas utilizam rotulações próprias para classificar elementos lingüísticos e apresentam os dados a partir de padrões próprios. A não sistematização do modo de rotular e de apresentar os dados, se por um lado supre as necessidades de pesquisa no momento, por outro pode dificultar o diálogo entre os resultados obtidos nas várias investigações individuais, a validação do estudo por outros pesquisadores ou até mesmo a utilização do quadro teórico-metodológico em outras pesquisas com os mesmos dados ou com outros corpora construídos. Para tentar minimizar este problema,  oferece-se aqui um modelo metodológico de construção de corpus em pesquisas que operam na interface entre os Estudos da Tradução, a Linguistica  Sistêmico-Funcional, com o aporte metodológico dos Estudo da Tradução Baseados em Corpus. Primeiramente são apresentadas a metodologia de três pesquisas que operam semelhantemente, cujos corpora se distinguem. Em seguida, a proposta de sistematização metodológica é apresentada, adotando um código único para a rotulação, o CROSF (Feitosa, 2005), um programa de software para processar este código e organizar os corpora, o WordSmith Tools (Scott, 2000) e o AntConc (Anthony, 2011), e um modo de apresentar os dados coletados. Este método foca na organização do corpus e  da apresentação dos dados para a realização de pesquisas quantitativas.

 

Desenvolvimento e Design: Carlos Eduardo e Danielle Amanda